Violência

A violência revolucionária em O Capital

18 de agosto de 2016

Fábio José de Queiroz  | “Lutei e o meu leito de águas claras se fez vermelho” (Ronaldo Bastos).   Em sua obra magna, O capital, Marx evidencia e incrimina o cortejo de violências que acompanha o trâmite do capital pela história. Ambientes fabris tórridos e adoecedores, jornadas de trabalho intermináveis, salários sofríveis, abusos na utilização da mão-de- obra infantil e feminina, acidentes e doenças profissionais, alienação do trabalhador no universo ruidoso da [...]

Violência nas guerras, nos duelos e no esporte: o vício do homem

1 de abril de 2013

Henrique Carneiro A masculinidade, como todas as identidades, é social e historicamente construída em cada sociedade. Em quase todas, entretanto, há uma especialização masculina na violência. Partilhamos de uma herança ocidental que traz nos étimos da própria língua os traços arcaicos, mas presentes, de formas de pensamento de longa duração. O radical latino que identifica o masculino, vir, é o mesmo que formará a palavra virtude, definindo a própria noção de virtude como algo [...]
[email protected]