stalinismo

A política do PCB nos anos 1930 e 1940

10 de novembro de 2015

Carlos Zacarias de Sena Júnior Eram 10 horas da manhã do dia 18 de abril de 1945 quando Luiz Carlos Prestes recebeu a notícia sobre a assinatura da anistia. Segundo relatos dos jornais da época, o dirigente comunista permaneceu sereno, mantendo-se imperturbável diante dos camaradas que estavam presentes à sua cela enquanto aguardava a esperada notícia. Após passar nove anos preso, a maior parte deles incomunicável, Prestes começou a reunir seus objetos pessoais e seus inúmeros [...]

Palavras que escaparam do cárcere: a autobiografia inacabada de Nikolai Bukharin

13 de agosto de 2014

Henrique Carneiro A história dramática de Nicolai Bukharin já havia sido, ao longo de muitas décadas, objeto de várias narrativas, historiográficas como Os últimos anos de Bukharin de Roy Medvedev (Rio de Janeiro/Civilização Brasileira, 1980), ou mesmo ficcionais, inspiradas em sua vida, como a do best-seller O zero e o infinito (Darkness at noon, em 1940, foi o título original em inglês), de Arthur Koestler. Todas tentararam dar conta do drama inquisitorial vivido por um dos maiores [...]

Trotsky e o bonapartismo soviético: alguns elementos para a análise do regime estalinista

23 de maio de 2014

Felipe Demier A utilização, por Trotsky, da noção de “bonapartismo soviético” para caracterizar uma determinada fase da Revolução Russa faz parte de uma lógica interpretativa do processo revolucionário russo que tem nas analogias com a Revolução Francesa um de seus expedientes correntes. Após um bom período de discussão e polêmicas com seus companheiros da Oposição de Esquerda Internacional, Trotsky, por volta de meados dos anos 1930, chegou à conclusão de que o regime [...]

Trotsky e a burocratização da URSS: o significado da revolução política

14 de março de 2014

Gustavo Henrique Lopes Machado  O escritor espanhol Jorge Semprún ao prefaciar o interessante livro de Fernando Claudin, A Crise do Movimento Comunista, destaca:  “é impossível se pensar a reconstrução teórica, a análise interna do itinerário da Internacional Comunista e do Estado russo, no período staliniano, sem recorrer aos aportes e às elaborações de Trotsky” (CLAUDIN, p.12). Apesar de reconhecer o grande valor das “análises críticas de Trotsky, frequentemente [...]

O assassinato do sonho e da utopia: “O homem que amava os cachorros”

6 de janeiro de 2014

Henrique Carneiro Publicado recentemente no Brasil pela Boitempo editora, o romance “O homem que amava os cachorros”, do escritor cubano Leonardo Padura, é uma narrativa ficcional em torno a fatos reais que marcaram a história do século XX e até hoje delineiam a política mundial. Dessa forma, embora haja três grandes personagens: Leon Trotsky, seu assassino Ramón Mercader (foto) e o cubano escritor e veterinário improvisado Ivan (que se especializa em cirurgia de extração de [...]

Comunistas contra Stalin

24 de novembro de 2012

Frederico Costa Pierre Broué (1926-2005), historiador mundialmente conhecido, nasceu em Privas no sul da França. Jovem entrou na resistência contra a ocupação nazista e aderiu ao Partido Comunista. Porém, divergiu do partido ao tentar organizar propaganda internacionalista entre os soldados alemães, sendo expulso por “trotskismo”. No final da II Guerra mundial integrou-se ao movimento trotskista francês, tornando-se membro ativo durante várias décadas. Simultaneamente, consolidou [...]
[email protected] [email protected]