resenha

“A polícia trata a gente que é pobre quem nem lixo”: Reflexões sobre o filme Trash

7 de setembro de 2015

Jean Montezuma A frase que dá título a essa breve resenha poderia ter saído da boca de qualquer morador da periferia de Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo ou outra grande cidade do Brasil. Essa constatação grave e de profundo significado é um reflexo da realidade brasileira atravessada e marcada historicamente pelo racismo e por uma profunda desigualdade econômica e social. No Brasil, de acordo com o último censo, mais de 11 milhões de pessoas (6% da população) vivem em favelas ou [...]

“Trotsky y la Marilyn” Reseña del libro de Genaro Arriagada Herrera

16 de junho de 2015

—Acompáñame en un homenaje a mi viejo partido. ¡Salud por la Internacional! —Por la banca internacional que es la única Internacional que nos queda – contestó Alfredo blandiendo la copa desde la que calló un chorro de licor. […] —Por la derecha que volverá majestuosa, envuelta en la bandera  de las libertades… de todas las libertades, sin excepción. —Por el eterno retorno del capitalismo y de los poderes fácticos  –agregó Alfredo ya cansado de reír. —Por la muerte [...]

“¡La revolución ya viene! El MIR chileno en los años sesenta”, una reseña de Eugenia Palieraki

1 de abril de 2015

Mariano Vega Jara   Santiago de Chile, LOM Ediciones, 2014, 482 páginas Al cumplirse 40 años de la muerte en combate de Miguel Enríquez, uno de los fundadores del Movimiento de Izquierda Revolucionaria (MIR), la editorial chilena LOM publica el texto de Eugenia Palieraki, expresión de su tesis doctoral en Historia, obtenida bipartidamente en Chile y Francia. Así como la muerte de M. Enríquez, por obra de la dictadura militar, rearmaría los análisis, condiciones y perspectivas de [...]

História e engajamento: uma resenha de O Partido Bolchevique de Pierre Broué

4 de março de 2015

Ramsés Eduardo Pinheiro Recentemente publicado pela Editora Sundermann, o livro O Partido Bolchevique[1], escrito pelo historiador trotskista Pierre Broué, cujo falecimento completa 10 anos em 2015, é uma obra de fôlego sobre a trajetória da organização revolucionária que transformou a história da Rússia e influenciou profundamente os acontecimentos políticos do século XX. O leitor que pretende ler esta obra esperando encontrar alguma glorificação do Partido Bolchevique[2] [...]

Clausewitz: guerra, política e revolução

25 de agosto de 2014

Alvaro Bianchi  (Prefácio ao livro de Rodrigo Duarte Fernandes dos Passos. Clausewitz e a política. Ijuí: Unijuí, 2014.) A chegada das tropas de Napoleão Bonaparte à Prússia abalou profundamente o modo de pensar dos alemães, mas também o modo do Ocidente se imaginar a si próprio. A Revolução Francesa de 1789 dissolveu relações feudais; trouxe o povo para a política, concedendo-lhe direitos até então negados; secularizou as propriedades da Igreja; promoveu a reforma agrária; [...]

Palavras que escaparam do cárcere: a autobiografia inacabada de Nikolai Bukharin

13 de agosto de 2014

Henrique Carneiro A história dramática de Nicolai Bukharin já havia sido, ao longo de muitas décadas, objeto de várias narrativas, historiográficas como Os últimos anos de Bukharin de Roy Medvedev (Rio de Janeiro/Civilização Brasileira, 1980), ou mesmo ficcionais, inspiradas em sua vida, como a do best-seller O zero e o infinito (Darkness at noon, em 1940, foi o título original em inglês), de Arthur Koestler. Todas tentararam dar conta do drama inquisitorial vivido por um dos maiores [...]

O marxismo morreu. Viva o marxismo!

12 de março de 2014

Daniela Mussi  Como reagir diante de um pensamento que não pode ser abandonado sem, ao mesmo tempo, prender-se a ele como traças ao papel de um velho livro? Como conviver com o pensamento passado sem corroê-lo de maneira gástrica, sem convertê-lo em um cadáver ao qual buscamos dar voz como um títere; sem submetê-lo morbidamente à choques mecânicos, esperando dar vida milagrosa à morte costumeira? Pode não parecer, mas estas são questões pertinentes ao marxismo. Ou ao [...]

O assassinato do sonho e da utopia: “O homem que amava os cachorros”

6 de janeiro de 2014

Henrique Carneiro Publicado recentemente no Brasil pela Boitempo editora, o romance “O homem que amava os cachorros”, do escritor cubano Leonardo Padura, é uma narrativa ficcional em torno a fatos reais que marcaram a história do século XX e até hoje delineiam a política mundial. Dessa forma, embora haja três grandes personagens: Leon Trotsky, seu assassino Ramón Mercader (foto) e o cubano escritor e veterinário improvisado Ivan (que se especializa em cirurgia de extração de [...]
[email protected] [email protected]