opressões

image_pdfimage_print

O tempo, as ideias, o sujeito: um ensaio sobre o tema “opressões”

27 de dezembro de 2017

“Há uma linha tênue entre sustentar a impraticabilidade de representar a totalidade e afirmar sua inexistência.” (Terry Eagleton. As ilusões da Pós-modernidade) Por Paula Farias, de Fortaleza, CE e Sonara Costa, de Niterói, RJ Apresentação Pós-modernidade, pós-estruturalismo, pós-marxismo, anticapitalistas, são muitas as vertentes que existem no movimento de opressões, todas vinculadas de alguma forma a correntes de pensamentos que expressam uma visão de mundo, que apresentam [...]

O palco das mulheres de O pão e a pedra

8 de junho de 2016

Natalia Conti  | Em entrevista, perguntado sobre o I Congresso da Mulher Metalúrgica de São Bernardo do Campo, datado do ano de 1978, Cláudio Rosa, então um dos responsáveis sindicais pela organização do evento, mencionou: “Você é a primeira pessoa que me pergunta a respeito do Congresso das Mulheres de 78. Ninguém me perguntou nunca sobre isso. De 78 pra cá nós temos trinta e… quase quarenta anos”. “Ele só te vê, se te enxergar.” – fala de Joana, no I ato de O [...]

A ousada carta de Harry Whyte a Josef Stálin

20 de abril de 2016

Jéssica Milaré  | Em 7 de março de 1934, foi publicada a versão final do decreto que recriminalizava a homossexualidade no artigo 121 do código penal soviético.[1] Ao ler o decreto de 1934, Harry Otter Whyte, um jornalista escocês que estava vivendo em Moscou, ficou inconformado. Será que ele, simplesmente por ser homossexual, poderia ser preso por até cinco anos? Após conversar sobre o assunto com psiquiatras, e alguns colegas de partido, Whyte escreveu uma carta ao próprio Stálin [...]

A mulher que superou o fim do mundo

29 de janeiro de 2016

Aruska Patri  |   “Vais perseguir a maldita Vais insultá-la na rua Vais jogar pedras na lua Vais montar uma guarita Pra que aquela esquisita Não se atreva a voltar E aí, e aí, e aí Ela cisma de voltar (…)” (Pássara – Chico Buarque de Holanda)   O teatro está lotado e a expectativa quase pode ser ouvida. Cochichos distraem os que vieram revisitar uma velha conhecida das paradas musicais ou jovens que estão a lhe descobrir. Alguns aguardam silenciosos e com [...]

Capitalismo tardío y industria cultural del porno: Aproximaciones a la ideología de género del “Twerking Butt”

11 de janeiro de 2016

Sérgio Chaparra  | “Toda una clase se alzó desde el fondo de su existencia [asalariada, anónima, miserable, superflua] e interrumpió [como actor y protagonista social] en el santuario más sagrado, la política, considerada hasta entonces como derecho exclusivo [o mayorazgo] de las clases poseedoras. Día a día, la prensa socialista -teórica, política, sindical- revisa [con el filo científico-racional implacable y radical de su crítica] los valores burgueses, tanto los grandes como [...]

Jessica Jones: os superpoderes da violência machista e seu combate

21 de dezembro de 2015

Natalia Conti. Jessica Jones é uma série produzida em parceria entre Marvel – desde os HQs de  Brian Michael Bendis e Michael Gaydos – e Netflix. Trata-se de uma saga que reflete o embate entre anti-heróis, a princípio todos eles mutados por circunstâncias derivadas de situações vividas na infância, submetidos a testes conscientes ou acidentes. Jessica (Kristen Ritter) é uma anti-heroína, possui poderes físicos não-inatos, e, tendo sido dominada por um vilão possuidor de [...]

Oprimidos do mundo, uni-vos!

22 de dezembro de 2014

Lélica Elis Pereira de Lacerda  | O artigo ora apresentado pretende ser um diálogo com camaradas marxistas e todos aqueles que lutam pela superação da exploração e dominação humana, buscando atentar para nexos que interligam historicamente os movimentos por respeito à diversidade sexual e para a superação da dominação de gênero; e de emancipação econômica (luta de classes). Em suma quero dialogar com quem luta pela emancipação humana. Pretendemos deixar claro que nosso [...]
narorjq@mailxu.com