europa

Syriza: partido e programa

6 de fevereiro de 2015

Aldo Cordeiro Sauda A natureza programática do Syriza é tema polêmico. Questões ligadas à permanência na zona do Euro, à dívida externa e à continuidade da Grécia na OTAN tem sido objeto de diferentes disputas internas. Elas são produto das divisões que ocorrem não apenas na esquerda grega, mas em toda sociedade. Afinal, após cinco anos de crise profunda, leituras polarizadas da integração do país à Europa não se restringem mais aos pequenos círculos políticos.[i] Até [...]

Syriza: partido e movimento

2 de fevereiro de 2015

Aldo Cordeiro Sauda O Syriza é hoje a principal organização da esquerda mundial. Mas até junho de 2013, data de seu congresso, o grupo sequer era um partido unificado. Um ano e meio depois, a “Coalizão da Esquerda Radical”, cuja abreviação em grego é “Syriza”, tornou-se o primeiro partido anti-austeridade a assumir a direção de um país europeu.[i] Originalmente apenas um espaço de interação política, a coalizão decidiu consolidar-se em 2004, na véspera de uma disputa [...]

Je suis Younes Amrani

14 de janeiro de 2015

Ruy Braga Younes Amrani, jovem sub-empregado de origem marroquina, enviou em 2003 um e-mail ao sociólogo Stéphane Beaud. O propósito da mensagem era comentar o livro de Beaud dedicado às vicissitudes da massificação do ensino superior na França. Em “80 % au bac” et après?, o sociólogo francês documentou o relativo fracasso da política do Partido Socialista que, em meados dos anos 1980, decidiu estabelecer como meta do sistema educacional “80% de uma geração na [...]

A vingança do riso

11 de janeiro de 2015

Daniela Mussi, de Paris “As definições que tendem a fazer do cômico uma relação abstrata percebida pelo espírito entre as ideias, ‘contraste intelectual’, ‘absurdo sensível’, etc., mesmo convenientes realmente à todas as formas do cômico, não explicam em nada por que o cômico nos faz rir. De onde viria, com efeito, esta relação lógica particular, tão evidente, que nos contrai, nos dilata, nos sacode, enquanto todas as outras deixam nossos corpos indiferentes? (…) [...]

Organizando a indignação

12 de novembro de 2014

Ruy Braga “Que el miedo cambie de bando, Que el precariado se haga visible, Que no se olviden de tu alegría.” (Ismael Serrano, La Llamada) Os sismos causados pelo movimento dos Indignados espanhóis ameaçam se transformar em um terremoto político devastador para o neoliberalismo. De acordo com uma pesquisa eleitoral divulgada na última semana pelo jornal El País, o Podemos, partido recém-criado pela aliança entre o jovem precariado espanhol e intelectuais de esquerda, [...]
1 2
[email protected]