economia

Nações periféricas e dependência estrutural: Especificidades da formação brasileira, tendências antirreformistas.

6 de dezembro de 2017

  Juary Chagas O debate sobre como se desenvolveram historicamente as nações no capitalismo e a sua capacidade (ou não) de promover reformas que ampliem significativamente as condições gerais de vida desses países é um tema candente, cuja análise exige ir além do exame das condições e nacionais – compreendendo o caráter internacional e globalizante das tendências capitalistas – sem, no entanto, abrir mão de desvendar as especificidades da formação econômico-social dos [...]

Por que a reforma trabalhista pode significar o fim de boa parte do que restou da indústria brasileira de alta tecnologia?

3 de dezembro de 2017

Patrick G. de Paula Na dialética da dependência (1973), Ruy Mauro Marini teorizou a super-exploração da força de trabalho como um dos traços distintivos essenciais das economias dependentes na América Latina. Para Marini, o passado colonial e a persistência relativamente recente de relações compulsórias de trabalho estariam na base de uma divergência profunda entre os níveis de produtividade do trabalho entre os países latino-americanos e as principais economias industriais, no [...]

Desenvolvimento, progresso e o marxismo de Marx

13 de setembro de 2015

Patrick Galba de Paula   Potest igitur homo humanus deus atque deus humaniter,  potest esse humanus angelus, humana bestia, humanus leo aut ursus,  aut aliud quod-cumque (Pode, portanto, um homem, o deus humano homem e Deus é humano, ele pode ser o anjo do homem, a besta humana, o leão humano ou um urso, ou qualquer coisa que, e quando, consiga). Nicolau de Cusa, cardeal católico e filósofo renascentista (1401-1464), apud Kosik (1986, p. 218).   Em agosto de 2013 ocorreu [...]

Por que Dilma não faz um governo de esquerda? A economia política dos governos do PT

3 de setembro de 2015

Marcelo Dias Carcanholo[1] Muitos se assustam com o caráter ortodoxo da política econômica aplicada pelo governo nestes primeiros meses do segundo mandato de Dilma Rousseff. Outros tantos chegam a se mobilizar para tentar resgatar um mandato que, presumivelmente, teria que ser de esquerda e, portanto, não deveria implementar um ajuste ortodoxo recessivo para combater os efeitos da crise da economia mundial, algo tipicamente de direita. Várias questões emergem deste tipo de percepção. O [...]

A quem interessa o ajuste?

25 de março de 2015

Patrick Galba de Paula  | Neste texto buscaremos apontar alguns aspectos fundamentais sobre o movimento atual da economia brasileira, em suas principais tendências, buscando elementos para caracterizar a natureza do “ajuste” atualmente defendido em uníssono tanto pelo governo, PT e aliados quanto pela imprensa empresarial, PSDB e o restante da oposição de direita. A situação atual: “encolhimento” do PIB com taxa de desemprego quase estável Partimos da hipótese de que a crise [...]

Superávit primário e uma dívida pública estrutural

11 de março de 2015

Eric Gil A crise econômica é um fenômeno inerente ao próprio desenvolvimento da economia capitalista, ou seja, independentemente de qual governo dirija um determinado país, este irá passar periodicamente por períodos de crescimento e de crise. No entanto, uma coisa o governo pode decidir: quem irá pagar a maior parte da conta. As notícias que indicam a resposta para este questionamento não param de estampar as capas dos jornais: “corte na verba da educação”, “corte no seguro [...]

Beto Richa quebrou o Paraná?

23 de fevereiro de 2015

Eric Gil Há alguns meses, ainda em campanha eleitoral, Beto Richa (PSDB), então candidato a reeleição para governador do Paraná, dizia que as contas do estado estavam bem e que havia inclusive dinheiro em caixa para futuros investimentos. No entanto, semana passada Curitiba foi palco de uma grande revolta popular liderada pelos professores em greve, com direito a uma ocupação de dois dias da Assembleia Legislativa e retirada do projeto de lei de iniciativa do governo o qual tinha por [...]

Duas interpretações da crise, dois caminhos para a esquerda

9 de janeiro de 2015

Patrick Galba de Paula  O que será tentado neste esboço é iniciar uma síntese da análise marxista da atual crise do capital e apontar suas decorrências para a política do socialismo marxista, em seus aspectos fundamentais. Ou seja, a questão a ser tratada aqui é a seguinte: Diante da crise atual, ou seja, nas condições concretas colocadas pela crise em seu momento atual, qual a tarefa fundamental do movimento socialista? Em que pese o fato de que algumas manifestações concretas da [...]

Superávit primário e orçamento público

24 de novembro de 2014

Hélio Rodrigues Paralelo ao escândalo que envolve uma das maiores empresas estatais do Brasil, a Petrobrás (Petróleo Brasileiro S/A), a disputa política no Brasil está marcada pela recente proposta do governo de Dilma Rousseff em alterar a meta fiscal do superávit primário fixada na legislação do orçamento público do ano de 2014. Trata-se do encaminhamento de projeto de lei (1) que consiste em ampliar a possibilidade de redução do resultado primário no montante dos gastos [...]

O capitalismo financeiro e o caso da dívida argentina

25 de agosto de 2014

 Hélio Rodrigues Quase todo mundo agora sabe que o mundo das finanças internacionais não tem lastro confiável e robusto, nem é particularmente justo ou razoável. Mas isso acaba de emergir de modo cabal, se isso já não fosse do conhecimento geral. A recente decisão da Corte Suprema dos Estados Unidos, recusando-se a ouvir um apelo do governo da Argentina contra uma decisão de um tribunal local em um caso relativo a seu acordo de reestruturação da dívida com os credores mais de [...]
1 2
[email protected] [email protected]