crise do pt

Sobre História, PT, Carta e Travessia

20 de setembro de 2015

Fábio José de Queiroz   É chegada a hora de tirar a camisa suja, é chegada a hora de vestir a roupa limpa (LÊNIN).   Esta carta pode ter sido escrita para ser lida em 1992, quando para se preservar fiel a ordem e ao calendário eleitoral, o PT começa a expulsar as correntes hostis a sua integração ao regime político, como a Convergência Socialista, embora muito poucos tenham se dado conta disso. Para respeitar o senso de historicidade, os primeiros sinais mais visíveis [...]

Hora de sangue frio

12 de março de 2015

Valerio Arcary “A teoria dos campos burgueses progressivos se justifica com a generalização abusiva de um fato real: as diferenças entre os distintos setores burgueses. Segundo Trotsky, na classe burguesa sempre existem antagonismo muito maiores que no seio do proletariado. É um fato fácil de explicar: para o trabalhador dá no mesmo ser explorado por um patrão ou por outro, seja este “nacional” ou “imperialista”, ainda que entre os distintos setores burgueses exista uma luta [...]

Desafiando a hegemonia

20 de setembro de 2014

Ruy Braga Se confiarmos nas atuais enquetes, Marina Silva apresenta boas chances de derrotar Dilma Rousseff em um eventual segundo turno. Uma guinada desta magnitude na cena política não se improvisa. Mas como interpretá-la? Há tempos, tenho insistido que a hegemonia lulista resulta da convergência entre duas formas distintas de consentimento. Por um lado, o consentimento ativo das direções dos movimentos sociais, tendo os sindicalistas à frente, que se acomodaram ao aparelho de [...]

17 de junho de 2013 foi o início da revolução brasileira!

18 de junho de 2013

Henrique Carneiro Uma revolução é quando o povo invade o cenário em que se decide o seu próprio destino e começa a ser o protagonista principal por meio de ações de massa. O Brasil nunca teve uma revolução. Todas as transições nesse país, desde a Independência até a proclamação da República foram acertos entre as elites com pouquíssima ou nenhuma participação do povo. Os movimentos que adotaram o nome de “revolução” foram também ações de setores da burguesia e dos [...]

Começou uma revolta popular no Brasil

15 de junho de 2013

Henrique Carneiro Cada ônibus em São Paulo e em todo o país tem algo de camburão e de navio negreiro, como diz um rap da periferia. Ir ao trabalho como um condenado, esmagado, brutalizado como gado, é a regra dos ônibus, trens e metrô de São Paulo. E o preço disso é superior ao das capitais europeias! Um dólar e meio, sem bilhete de um dia inteiro ou desconto pra dez passagens. Nem bilhete válido indefinidamente para o mês inteiro, garantido em muitos países pelo próprio Estado [...]
[email protected] demarce