cinema

Um filme, uma questão: o “No” a Pinochet

10 de janeiro de 2013

Rejane Carolina Hoeveler O recente filme de Pablo Larraín, “No”, despertou reflexões e controvérsias desde sua estreia em dezembro de 2012. O assunto é o plebiscito realizado no Chile em 1988, convocado pelo ditador Augusto Pinochet, que decidiu sobre a continuidade do mesmo no poder, e que acabou se transformando num episódio central da transição chilena da ditadura ao atual modelo democrático. Só por ter reacendido esta discussão, a película já tem seu mérito garantido, além [...]

Infância clandestina: um olhar engajado

10 de dezembro de 2012

Rejane Carolina Hoeveler Poderia ser só mais um filme sobre “o olhar infantil” ou “a perda da inocência” perante uma ditadura. Mas Infância Clandestina vai um pouco além de seus similares, como o excelente Machuca (Andrés Wood, 2004), e é mais politizado, por exemplo, que o brasileiro O ano em que meus pais saíram de férias (Cao Hamburger, 2006), a começar pelo fato de ser explicitamente engajado. Embora o tema central ainda seja o da vivência psicológica de uma criança [...]

Looking for Eric ou “Com uma Pequena Ajuda de Meus Amigos”

4 de dezembro de 2012

Betto della Santa “É, é rir para não chorar” (Sabedoria Popular Caiçara) “Would you need anybody?” (The Beattles apud Joe Cocker) Ken Loach já de-há quasi-meio século persiste no meio de vida –e no modo de luta– do intransigente compromisso de refletir criticamente, através dum viril cinema socialista, sobre a experiência vivida da classe trabalhadora. (Primeiramente do Reino Unido e, a posteriori, de todos os países.) Não tão-só a incansável batalha pela [...]
1 2 3
[email protected] [email protected]