carlos nelson coutinho

Crítica ao conceito de Estado na obra de Carlos Nelson Coutinho

5 de agosto de 2015

Vitor Rollin Prudêncio Como apontou Demian Melo em um belíssimo artigo, a obra de Carlos Nelson é de suma importância para o marxismo brasileiro, desde suas contribuições para a militância política no campo da esquerda, em seus embates contra as teorizações estalinistas, suas traduções de diversos autores marxistas até suas contribuições e problematizações teóricas que sempre caminharam no sentido de conhecer melhor os clássicos marxistas e compreender politica e teoricamente [...]

Carlos Nelson Coutinho (1943-2012)

22 de setembro de 2012

Alvaro Bianchi Acabo de receber a triste notícia do falecimento de Carlos Nelson Coutinho (1943-2012), um intelectual marxista polêmico e sempre aberto ao debate democrático de ideias. Muito jovem, Carlos Nelson entrou em contato com a obra de Georg Lukacs, chegando a se corresponder com ele, e Antonio Gramsci escrevendo sob a inspiração desses autores alguns ensaios notáveis de crítica cultural. Mais tarde foi um dos responsáveis pela tradução e publicação da primeira edição da [...]

Carlos Nelson Coutinho (1943-2012) – uma nota de pesar

22 de setembro de 2012

Demian Melo Baiano de Itabuna, o professor Carlos Nelson Coutinho foi um dos mais influentes intelectuais da esquerda brasileira. Suas teses são um ponto de referência no debate estratégico dos socialistas e seu artigo “A democracia como valor universal”, de 1979, é uma parada obrigatória. Seja para concordar, tecer críticas ou discordar completamente, sua obra é incontornável. “Carlito”, como carinhosamente era conhecido por alunos e amigos, não foi só um importante [...]

A esquerda brasileira de luto

22 de setembro de 2012

Por Valério Arcary | Ontem, 20 de Setembro de 2012, perdemos Carlos Nelson Coutinho. A esquerda brasileira está de luto. Foi uma perda para o marxismo. Nosso mundo ficou menor. Menos inteligente. E muito menos divertido. Conheci Carlos Nelson somente em 1999. Foi no II Congresso Nacional do PT. Nos anos oitenta eu estava muito ativo nos sindicatos e organizações da classe trabalhadora, na CUT e no PT, por São Paulo, e ele ainda estava no PCB, e no Rio, e não nos encontrávamos, embora eu [...]
[email protected] [email protected]