Romulo Mattos

Grande imprensa e repressão policial nas Jornadas de Junho (segunda parte)

15 de outubro de 2013

Romulo Mattos III No dia 20 de junho de 2013, o texto “Editorial: vitória das ruas” [1], publicado pela Folha de São Paulo, parece ignorar os escritos de 13 de junho de 2013, analisados na primeira parte deste trabalho. Além de parecer louvar a soberania popular no título, o editorialista cumprimenta a vitória do MPL, a quem havia chamado de “grupelho”,[2] não custa lembrar: “A revogação do aumento das tarifas de transportes em São Paulo e no Rio é uma vitória indiscutível [...]

Grande imprensa e a repressão policial nas Jornadas de Junho (primeira parte)

4 de outubro de 2013

Romulo Mattos I Este texto aborda o papel da grande imprensa durante os protestos de massa ocorridos em meados de 2013, apontando para o desenvolvimento de uma campanha que reivindicava o aumento da repressão policial aos manifestantes. Nesse sentido, se a cidade do Rio de Janeiro se tornou o palco preferencial de experimentações de técnicas de repressão e armamentos adquiridos pelo Estado, muitas vezes em detrimento dos direitos humanos de sua população, esse movimento foi claramente [...]

Um esporte para o capital: o empresariamento do futebol brasileiro e a Copa de 2014

5 de maio de 2013

Felipe Demier e Romulo Mattos Como parte integrante da vida nacional, o futebol foi atingido pelo redemoinho neoliberal de cunho privatista que, a partir da década de 1990, quase tudo sugou no Brasil ou, pelo menos, tentou sugar. Esperançosos em mercantilizar ainda mais o sentimento gratuito e passional de milhões de trabalhadores e jovens torcedores, formou-se no país um verdadeiro bloco social adepto de um projeto modernizante-conservador do futebol. Conformado por empresários de [...]

A morte de Margaret Thatcher e o pequeno carnaval fora época na Inglaterra

16 de abril de 2013

Romulo Mattos A reação popular à morte de Margaret Thatcher foi reveladora. Grupos de ingleses saíram às ruas para comemorar o desaparecimento da mulher que implantou um dos governos neoliberais mais ortodoxos de que se tem notícia, tendo observado com atenção a experiência pioneira desenvolvida por seu companheiro político Pinochet, nos anos 1970. Maggie – apelido recorrentemente citado nos cantos dos trabalhadores – contraiu as emissões bancárias, elevou as taxas de juro, [...]

Os EUA e o Golpe de 1964 no filme “O dia que durou 21 anos”

1 de abril de 2013

Romulo Mattos A obra cinematográfica O Dia que Durou 21 anos, de Camilo Tavares, integra a boa safra recente de documentários sobre a ditadura militar no Brasil, que inclui Cidadão Boilesen (2009) e Condor (2007), embora esse último amplie o recorte espacial para a América Latina. O filme em questão tem o objetivo de retratar o envolvimento dos EUA no Golpe de 1964 e o seu apoio aos primeiros governos militares. Afastando-se da onda revisionista que vem crescendo na historiografia [...]

John Lennon: a trajetória política de um beatle de esquerda (parte 2)

15 de fevereiro de 2013

Romulo Mattos Encerramos o texto anterior com a afirmação de que, no início dos anos 1970, John Lennon viveu o seu período de maior radicalização política, o que pode ser constatado em suas canções e na entrevista concedida ao jornal trotskista Red Mole. Neste segundo artigo, abordaremos as suas composições mais expressivas, no que diz respeito ao ativismo de esquerda. Vimos que o pacifismo hippie ocupava um lugar importante no pensamento político do artista, na segunda metade dos [...]

John Lennon: a trajetória política de um beatle de esquerda (Parte 1)

15 de janeiro de 2013

Romulo Mattos No início dos anos 1970, John Lennon acentuou a sua atuação política e impressionou integrantes da Nova Esquerda inglesa, até então reticentes em relação ao artista, que vacilara diante do panorama revolucionário de 1968. Chama atenção uma foto em que o compositor aparece lendo o jornal trotskista Red Mole, para o qual os historiadores e ativistas políticos Tariq Ali e Robin Blackburn  o entrevistaram, em 1971. Antes de abordarmos essa entrevista, analisaremos a [...]

Notas sobre The Times They Are a-Changin’, de Bob Dylan

19 de novembro de 2012

Romulo Costa Mattos Em outubro de 1963, Bob Dylan gravou The Times They Are a-Changin’, faixa título do disco lançado em janeiro de 1964, nos EUA. A intenção do compositor era fazer um hino para as transformações históricas quem vinham ocorrendo no mundo e, particularmente, nos EUA. Nesse país, o movimento pelos direitos civis dos negros ganhava intensidade até então inédita, ao qual aderiram os músicos ligados ao estilo folk, principalmente. Ao lado do referido cantor, [...]

Colóquio internacional discute o colapso das ditaduras em uma perspectiva marxista

18 de outubro de 2012

Quarta, quinta e sexta da próxima semana, no IFCS-UFRJ Colóquio Internacional O Colapso das Ditaduras   Programação geral   24/10 (Quarta-feira) 8:30 -09:00 – Credenciamento   09:00 -09:30 – Abertura oficial · Renato Lemos (Brasil) · Fábio Lessa (Diretor do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro). · Mônica Grin (Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em História Social História da Universidade Federal do Rio de Janeiro). [...]
[email protected] [email protected]