Frederico Costa

As categorias fenômeno-essência na explicitação do Capital

3 de fevereiro de 2016

Frederico Costa  |   O fenômeno não é radicalmente diferente da essência, e a essência não é  uma realidade pertencente a uma ordem diversa da do fenômeno[…]  Captar o fenômeno de determinada coisa significa indagar e descrever como a coisa em si se manifesta naquele fenômeno, e como ao mesmo tempo nele se esconde. Compreender o fenômeno é atingir a essência. Karel Kosik   O senso comum, sob a divisão do trabalho típica do regime capitalista, procura [...]

Irracionalismo e decadência burguesa

6 de abril de 2015

Frederico Costa O irracionalismo parece ter conquistado um espaço significativo em nossa sociedade como consequência da presente crise do capital. A razão está acuada e perde terreno a cada dia que passa. O real perdeu a coerência. Tudo muda rapidamente, e parece que continuamos no mesmo lugar, o eterno presente dominado pela velocidade da economia de mercado. Qualquer apelo a uma compreensão totalizante do mundo, aparentemente, está fadada ao fracasso. Deverá a razão depor suas armas [...]

Comunistas contra Stalin

24 de novembro de 2012

Frederico Costa Pierre Broué (1926-2005), historiador mundialmente conhecido, nasceu em Privas no sul da França. Jovem entrou na resistência contra a ocupação nazista e aderiu ao Partido Comunista. Porém, divergiu do partido ao tentar organizar propaganda internacionalista entre os soldados alemães, sendo expulso por “trotskismo”. No final da II Guerra mundial integrou-se ao movimento trotskista francês, tornando-se membro ativo durante várias décadas. Simultaneamente, consolidou [...]

O pensamento ontológico de Marx e os desafios da luta de classes no século XXI

19 de novembro de 2012

Frederico Costa “Considerado o caráter complexo e multidimensional do sistema marxista, não há motivo para surpresa pelo fato de que, apesar dos grandes esforços dos teóricos marxistas, ainda permanecem por descobrir muitos de seus tesouros e aspectos essenciais.” (Leo Kofler) O presente texto parte do pressuposto de que o atual quadro histórico, de crise do capital e de crescente resistência das forças do trabalho, exige uma “refundação do marxismo”, ou seja, o [...]
[email protected]