História & Sociedade

A revolução russa, o repúdio as dívidas, a guerra e a paz

19 de setembro de 2017

Por Eric Toussaint Tradução: Rui Viana Pereira. Publicado pelo Esquerda.net e Comitê pela abolição das dívidas ilegítimas Parte 1: Rússia: O repúdio das dívidas no cerne das revoluções de 1905 e 1917 Parte 2: Da Rússia Czarista à revolução de 1917 e ao repúdio das dívidas No início de Janeiro de 1918, o governo soviético suspendeu o pagamento da dívida externa e em inícios de Fevereiro de 1918 decretou o repúdio de todas as dívidas czaristas, assim como das dívidas [...]

O outro 11 de setembro: a tragédia chilena

11 de setembro de 2017

Waldo Mermelstein O golpe militar que derrubou Salvador Allende vitimou milhares de pessoas, destruiu os partidos políticos e as organizações dos trabalhadores e impôs o modelo precursor do neoliberalismo. Não por acaso, os estudantes e o povo que se manifestam às centenas de milhares pelas ruas de Santiago em 2011 levantam a bandeira de ““Se va caer, se va caer, la educación de Pinochet””. Assim como a educação, a saúde e a previdência são privadas em sua esmagadora [...]

Da Rússia czarista à revolução de 1917 e ao repúdio das dívidas

9 de setembro de 2017

Por Eric Toussaint Publicado originalmente no site . Mantivemos o português de Portugal. Tradução: Rui Viana Pereira Parte 1 da série: Rússia: O repúdio das dívidas no cerne das revoluções de 1905 e 1917 A Rússia emergiu das guerras napoleónicas como uma grande potência europeia e participou na formação da Santa Aliança. A Santa Aliança, constituída a 26 de Setembro de 1815 em Paris, por iniciativa do czar Alexandre I, por três monarcas europeus vitoriosos sobre o império [...]

Rússia: O repúdio das dívidas no cerne das revoluções de 1905 e 1917

4 de setembro de 2017

“Em Fevereiro de 1918 o repúdio das dívidas pelo governo soviético abalou a finança internacional e suscitou a condenação unânime por parte dos governos das grandes potências.” Artigo de Eric Toussaint. Publicado no Esquerda.net  ( Publicamos a tradução conforme o original no português de Portugal) Tradução: Rui Viana Pereira Revisão: Maria da Liberdade Em Fevereiro de 1918 o repúdio das dívidas pelo governo soviético abalou a finança internacional e suscitou a [...]

Uma nota sobre a opressão regional nordestina

25 de julho de 2017

Por: David Cavalcante APRESENTAÇÃO Partindo do princípio geral de que os marxistas devem incorporar ao seu programa a luta contra todas as formas de opressão, observamos a necessidade de incorporar em nossas elaborações programáticas o debate sobre a opressão regional nordestina, em suas diversas expressões (econômica, social, cultural)1. Um argumento justifica a presente nota: a opressão sobre o Nordeste moldou a formação e o desenvolvimento social e econômico do capitalismo [...]

Um comentário acerca de ‘Uma Nota Sobre Estratégia’

20 de julho de 2017

Por: Edgar e Lucas Fogaça A nota programática do camarada Rodrigo Bocão sobre estratégia possui muitos méritos: o proletariado liderando o semi proletariado (1) e as massas empobrecidas como o sujeito social da revolução brasileira; a necessidade da disputa das classes intermediárias e o trabalho político entre os operários agrícolas e os camponeses pobres; a aliança deste bloco social a partir da união das diferentes tarefas e a elevação da luta dos setores oprimidos às [...]

O menchevismo de Stalin e Vyshinsky venceu nos processos de Moscou, não na História do proletariado

21 de junho de 2017

Por: Enio Bucchioni Nestes 100 anos que abalaram o mundo, vamos relembrar a Revolução Russa de 1917 através de um terceiro artigo de uma série baseada nos Escritos de Leon Trotsky. Neste texto serão abordadas as questões sobre o poder, programa e partido, como a maioria da velha guarda bolchevique capitulou ao stalinismo , como eles confessaram os ‘crimes’ horrorosos que não cometeram e a vitória do menchevismo nos famosos e sinistros Processos de Moscou. À esquerda, foto original [...]

Gramsci sem grilhões

1 de maio de 2017

Por Betto della Santa, Colunista do Blog Esquerda Online «A crise consiste exatamente em que o velho morre e o novo não logra nascer – é neste interregno que se verificam os fenômenos mórbidos os mais variados.» (Gramsci QC3, P§34, p311. Einaudi: Torino, 1975) «Un prigioniero è un predicatore della libertà.» (Hebbel In: Grido del Popolo, 27 Maggio 1916) — “Garamascón”. “Granusci”. “Gramasci”. À diferença dos dirigentes políticos contemporâneos – tal Leon [...]

O sujeito histórico: notas introdutórias para o debate da esquerda socialista no Brasil

14 de abril de 2017

Por: Marcelo Badaró Mattos *Publicado, na íntegra, no site da NOS, como parte do Congresso da organização e no Blog Junho. As primeiras Notas desta série, foram voltadas para o estudo das formas específicas do capitalismo, da burguesia e do Estado no Brasil, entendendo-as como parte de uma totalidade – relacional e contraditória – que define mais amplamente as sociedades contemporâneas. O entendimento dessas relações e contradições exige, porém, buscar compreender também o [...]

O que estava pensando Lenin?

6 de abril de 2017

Por Tariq Ali,  membro do comitê editorial da revista New Left Review, é o autor, mais recentemente, de “The Dilemmas of Lenin: Terrorism, War, Empire, Love, Revolution.” (“Os Dilemas de Lenin: Terrorismo, Guerra, Império, Amor, Revolução”, sem versão em português.) Texto publicado originalmente no New York Times, dia 3/04/2017 Tradução para o Português por Pedro Lhullier Rosa. Este é um ensaio na série “Red Century”, sobre o legado e a história do [...]
1 2 3 4 5 26
[email protected] [email protected]