Estado e latifúndio no Brasil contemporâneo

7 de janeiro de 2018

Por Dion Márcio Carvaló Monteiro, Doutorando em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), pesquisador do Instituto Amazônia Solidária (IAMAS), integrante do Movimento Xingu Vivo para Sempre (MXVPS). RESUMO A violência contra povos indígenas e trabalhadores rurais não é algo novo no Brasil, assim  como não é novidade a estreita relação entre Estado e latifúndio neste país. De fato, essa concepção político-econômica está presente desde o início da [...]

James Cannon contra a burocracia stalinista

4 de janeiro de 2018

A academia dá muito pouco valor aos teóricos trotskistas. Isso é uma injustiça. Gostaria de compartilhar um pouco da leitura que estou fazendo do livro A História do Trotskismo Norte-Americano, de James Cannon, particularmente do capítulo 3, disponível online. (http://docplayer.com.br/61616731-O-comeco-da-oposicao-de-esquerda.html) Vamos estudar marxismo? Por: Jéssica Milaré, colunista do Esquerda Online A campanha antitrotskista Em 1923, na União Soviética, iniciou-se uma batalha [...]

O tempo, as ideias, o sujeito: um ensaio sobre o tema “opressões”

27 de dezembro de 2017

“Há uma linha tênue entre sustentar a impraticabilidade de representar a totalidade e afirmar sua inexistência.” (Terry Eagleton. As ilusões da Pós-modernidade) Por Paula Farias, de Fortaleza, CE e Sonara Costa, de Niterói, RJ Apresentação Pós-modernidade, pós-estruturalismo, pós-marxismo, anticapitalistas, são muitas as vertentes que existem no movimento de opressões, todas vinculadas de alguma forma a correntes de pensamentos que expressam uma visão de mundo, que apresentam [...]

A evolução ideopolítica e organizativa da classe trabalhadora brasileira – Parte 1

20 de dezembro de 2017

Por: Juary Chagas Da desagregação ao classismo: a experiência com a velha colaboração de classes e o foquismo As transformações que marcaram o final da década de 1960 e toda a década de 1970 foram elementos determinantes para o desenvolvimento de uma rica experiência político-organizativa da classe trabalhadora no Brasil. O governo ditatorial erguido no Estado brasileiro após o golpe de 1964, após um período de alta polarização social, conseguiu imobilizar quase que [...]

Nações periféricas e dependência estrutural: Especificidades da formação brasileira, tendências antirreformistas.

6 de dezembro de 2017

  Juary Chagas O debate sobre como se desenvolveram historicamente as nações no capitalismo e a sua capacidade (ou não) de promover reformas que ampliem significativamente as condições gerais de vida desses países é um tema candente, cuja análise exige ir além do exame das condições e nacionais – compreendendo o caráter internacional e globalizante das tendências capitalistas – sem, no entanto, abrir mão de desvendar as especificidades da formação econômico-social dos [...]

Por que a reforma trabalhista pode significar o fim de boa parte do que restou da indústria brasileira de alta tecnologia?

3 de dezembro de 2017

Patrick G. de Paula Na dialética da dependência (1973), Ruy Mauro Marini teorizou a super-exploração da força de trabalho como um dos traços distintivos essenciais das economias dependentes na América Latina. Para Marini, o passado colonial e a persistência relativamente recente de relações compulsórias de trabalho estariam na base de uma divergência profunda entre os níveis de produtividade do trabalho entre os países latino-americanos e as principais economias industriais, no [...]

Uma nota sobre a corrupção

1 de dezembro de 2017

Por Carolina Freitas E cada novo empréstimo proporcionava à aristocracia financeira uma nova oportunidade de dar o calote no Estado artificialmente mantido no limiar da bancarrota […] Cada novo empréstimo tomado proporcionava uma segunda oportunidade de saquear o público que havia investido seus capitais em papéis do Estado, o que era feito mediante operações na bolsa, em cujos mistérios o governo e a maioria da câmara eram iniciados […]A relação entre Câmara e governo se [...]

Lenin, a Revolução Russa e os dilemas da transição*

29 de novembro de 2017

Por Mauricio Gonçalves, doutor em Ciências Sociais pela UNESP. O subtítulo do mais importante estudo do filósofo húngaro István Mészáros, Beyond Capital (1995) – Para além do capital (2002) –, tem como complemento a necessidade de uma teorização sobre a transição: “rumo a uma teoria da transição”. Isso decorre de alguns motivos interligados: (a) uma teoria da transição apenas tem sentido em conexão com uma análise da economia política do capital em um dado momento de [...]

Bolsonaro, direita, extrema-direita, fascismo e a instabilidade política permanente no Brasil

20 de novembro de 2017

“Em apenas 18 meses o governo Temer, fruto de um golpe parlamentar reacionário, realizou as seguintes medidas, entre tantas outras: – Reforma do Teto de Gastos; Reforma do Ensino Médio; Reforma Trabalhista; liberação do trabalho escravo; terceirização; pagamento em dia aos rentistas da dívida pública; promoção da privatização do pré-sal, de aeroportos e a venda de tantas outras empresas públicas etc. Porque então as classes dominantes e o imperialismo estariam querendo [...]
1 2 3 80
wegge_latonia@mailxu.com read_chase