Aldo Cordeiro Sauda

image_pdfimage_print

O dia seguinte: redes sociais e a crise de direção

3 de julho de 2013

Aldo Cordeiro Sauda e Marcia Camargos Os analistas perplexos que buscam, sem êxito, decifrar o enigma da suposta Primavera nacional podem respirar aliviados. Da insurgente Turquia, uma luz atravessa o Atlântico para explicar o fenômeno. Segundo seu primeiro-ministro, Tayyip Erdogan, uma conspiração fantasmagórica das redes sociais visa derrubar, de uma só penada, os governos do Brasil e da Turquia. Denúncia que, diga-se de passagem, peca pelo caráter delirante e falta de originalidade. [...]

A armadilha fenícia

13 de maio de 2013

Aldo Cordeiro Sauda Heródoto, ao relembrar suas conversas com os anciões de Tiro, uma das capitais da antiga fenícia, assegurou a seu público que os comerciantes que ocupavam a atual costa libanesa haviam chegado naquela parte do mundo 28 séculos antes de Cristo. Teriam migrado das praias do mar vermelho, na península arábica, em direção ao Mediterrâneo, assim como fizeram diversas tribos árabes. Conhecido pelos livros escolares como o Pai da Historia, o autor grego é visto no [...]

Decifra-me ou te devoro: a revolução egípcia permanece um enigma

27 de janeiro de 2013

Aldo Cordeiro Sauda e Marcia Camargos Assim como Saturno, elas devoram os próprios filhos.” A frase cunhada por Pierre Verginaud, (1753-1793), célebre orador girondino, às vésperas de seu encontro com a guilhotina, se tornaria um dos motes mais repetidos para sinalizar o trágico desfecho de boa parte das revoluções. O sentimento de decepção ante as descontroladas explosões políticas das massas parece não se restringir à França do século 18. Dois anos após a euforia inicial [...]

Apoio a Gaza pode virar regra no mundo árabe e islâmico

16 de janeiro de 2013

Aldo Cordeiro Sauda e Márica Camargos Ele pesa 915 quilos e tem 6,48 metros de altura. Com esse perfil desengonçado, dificilmente passaria despercebido. Ao atingir pela primeira vez, em décadas, alguns centros urbanos de Israel, o Fajr, que em farsi significa “amanhecer”, tornou-se o mais novo protagonista do conflito na região. Segundo especula-se, a jornada dos mísseis tem origem nos portos iranianos. De lá, os foguetes, em peças soltas, são enviados ao Sudão. Atravessam [...]
1 3 4 5
chinchilla_eileen@mailxu.com