Enio Bucchioni

image_pdfimage_print

Meu amigo Otto Brokkes: Chile, Portugal, Angola

29 de dezembro de 2014

Enio Bucchioni Chile, 1973 Éramos apenas cinco, entre os quais Otto Brokes. Dezembro de 1973, Estádio Nacional. Centenas de prisioneiros brasileiros já haviam saído daquela prisão em céu aberto em que se transformara o principal campo de futebol do Chile, com capacidade para 77 mil pessoas. Nos dias e semanas posteriores ao golpe, o Estádio ficou repleto de detidos,com cerca de mil estrangeiros, todos exilados, das mais diversas nacionalidades.  Os latino-americanos tinham sido expulsos [...]

Túlio Quintiliano: presente! Ahora y siempre!

14 de setembro de 2014

Enio Bucchioni “Túlio Quintiliano, a la marquesina!” Num intervalo de cinco minutos essa frase foi repetida  três vezes por um oficial do exército chileno. Eu a escutei com muita esperança. Fiquei observando se alguém se aproximaria da marquise bem em frente da tribuna de honra do Estádio Nacional do Chile. Em vão. Tulio não se apresentou na marquesina. Eu estava do lado esquerdo, no setor de arquibancada, junto a algumas dezenas de milhares de prisioneiros naquele imenso [...]

Do Ponto de Partida à fundação da Liga Operária (1970-1974)

14 de abril de 2014

Alvaro Bianchi  Em 1974, o Brasil vivia o fim do governo de Emilio Garrastazu Médici, o mais repressivo de todos os governos militares. O golpe de 1964 completava dez anos, e a pujança do modelo de crescimento acelerado, chamado de “milagre”, parecia aos observadores mais superficiais, ainda inabalada. Os primeiros sinais da crise se faziam sentir, entretanto. O modelo de desenvolvimento baseado no endividamento externo passou a gerar sérios desequilíbrios na balança de pagamento com [...]
1 2
boblakstephania@mailxu.com